Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Cabelo

Candy hair: conheça a tendência dos cabelos coloridos

Conheça a tonalidade que é sucesso entre as influenciadoras

A paixão por cabelos coloridos faz parte da vida de crianças e adolescentes. Porém, em 2021, as cores foram ganhando cada mais espaço nas madeixas de adultos, principalmente os famosos, que aderiram aos tons pastéis. O Candy Hair, ou mais conhecido como o Cabelo de Algodão Doce é uma tendência que veio pra ficar!

Mas essa cor especial também exige alguns cuidados especiais. Afinal, ninguém nasce com os fios em tons pastéis! É necessário descolorir os fios até o tom branco, e aí sim aplicar a cor desejada.

Por isso, separamos três dicas para manter o seu Candy Hair sempre em dia!

Antes de tudo, faça um teste de mechas

mulher desconhecida, com a cabeça no lavatório, pintando o cabelo de azul

O processo de descoloração é intenso e pode danificar bastante os fios. Isso sem falar da coloração, que vem logo em seguida. Para que você não corra o risco de um corte químico, faça o teste de todo o procedimento em apenas uma mecha, escondida na nuca. Desta forma, se não der certo, a falha ficará imperceptível.

Tenha um cronograma capilar

superfície branca com produtos para cabelo em tons de laranja e rosa

A hidratação será a sua melhor amiga! Por isso, monte um cronograma capilar alternando a hidratação, nutrição e reparação dos fios. O Candy Hair exige muito mais cuidados do que uma coloração tradicional.

Tenha sempre um tonalizante por perto

mulher desconhecida, com a cabeça no lavatório, pintando o cabelo de azul

Por possuir tons ultraclaros, o Candy Hair necessita de uma manutenção frequente da cor. É normal que o tom colorido desbote e fique somente o branco - o excesso de lavagens pode causar essa mudança. Por isso, tenha sempre um tonalizante por perto, para que a sua cor esteja sempre em dia.

Agora que você já está por dentro dessa tendência, que tal colocar em prática? Depois de pintar, poste uma foto e marque o @institutoembelleze. Vamos adorar conferir o resultado!

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

CABELO CACHEADO: CUIDADOS PRÉ E PÓS-QUÍMICA
Tintura, alisamento, progressiva, permanente afro… Não tem nada de errado usar esses recursos para dar uma repaginada no visual. O problema é não preparar o cabelo antes nem fazer a manutenção depois, sem falar em deixar recorrer a um profissional de confiança para não ter erro. Especialmente o cabelo cacheado pede cuidados especiais pré e pós-química, pois são finos e frágeis. A Oleoterapia é um tratamento excelente para antes e depois de qualquer procedimento. À base de ativos com ação hidratante, fortalece e nutre a fibra capilar, além de doar brilho e maciez ao cabelo. Outro benefício é proteger e acalmar o couro cabeludo, evitando a irritação causada por agentes químicos. Oleoterapia: cuidado para cabelo cacheado pré e pós-química O kit de produtos pré e pós-química da família Yantra, Salon Embelleze, traz sete óleos especiais. Saiba como funciona para pedir ao seu cabeleireiro ou indicar para as suas clientes. Primeiro o cabelo é separado em mechas e, depois, recebe a aplicação da Máscara de Oleoterapia em pequenas quantidades. O produto fica nos fios por 10 minutos e, em seguida é enxaguado. Depois é lavado duas vezes com o Yantra Shampoo Pré e Pós-química. Após a lavagem, remova completamente o shampoo e separe novamente as mechas para uma nova aplicação da Máscara. As mechas devem ser cuidadosamente massageadas para facilitar a umectação. O resultado será ainda melhor com o uso de uma touca térmica por 20 minutos. Após esse procedimento, é só enxaguar e seguir para a estilização dos cachos. Para estilizar os cachos, é preciso ter em mente o efeito desejado, aplicando o Potencializador de Cachos ou Efeito Siliconizado. Ambos os produtos pedem a aplicação de uma quantidade generosa em cada mecha. Com o auxílio de uma toalha especial, retire o excesso dos produtos ativando os cachos. Resultado? Cachos bem nutridos com um aspecto saudável e protegido dos danos causados pela química. Se você ainda não conhece o curso de Especialista em Cachos, do Instituto Embelleze, pode saber mais pelo site ou visitando a unidade mais próxima de você.
> Leia mais
Strobing passo a passo
Depois do sucesso do make de contorno, disseminado pela estrela Kim Kardashian, as famosas estão in love com o método strobing. Isso porque em vez de disfarçar as imperfeições, ele realça os pontos altos do rosto, proporcionando um aspecto menos artificial. Basicamente, a diferença entre eles é a seguinte: no contorno são usados pó bronzeador ou blush marrom (na testa e nas laterais das bochechas, do nariz e do queixo) para afinar o rosto; no strobing, áreas proeminentes da face, como a parte alta das maçãs, são destacadas com iluminadores. A origem da palavra vem de strobe, que é aquela luz tipo flash de balada. No strobing, a ideia é criar pontos de luz na face, deixando a pele iluminada e com aspecto glow (brilhante, viçosa). No strobing você deve iluminar áreas como têmporas, parte alta das maçãs, canto interno dos olhos, o V (ou arco do cupido) dos lábios, queixo e ponta do nariz. Modelos e celebridades do mundo todo não abrem mão mais do efeito chique que o strobing dá ao visual. Quer copiar? Então siga as dicas e assista ao vídeo tutorial realizado pela professora do curso de maquiagem Francine Dahmer, do Instituto Embelleze Curitiba Centro (PR). Efeito natural O maior segredo para o strobing ficar com o brilho na medida certa, resultando num aspecto glow natural, é usar pouco produto iluminador. Comece sempre com menos e vá acrescentando a quantidade conforme a necessidade. Outra dica é esfumar bem o produto para que o look fique impecável!  Você pode usar... Pincel para blush ou pó – Mas como ele é volumoso e grande, pegue bem pouco iluminador e aplique suavemente. Duo fiber – Perfeito para aplicar iluminador em creme, já que garante acabamento leve. Pincel de esfumar – É o mais indicado para proporcionar uma pele naturalmente iluminada. Pincel em leque – Permite uma finalização perfeita. Iluminador ideal Em geral, o seu tipo de pele é que vai determinar a escolha do iluminador. O produto em pó é recomendado para strobing em peles oleosas, enquanto o líquido e o cremoso se adapta bem em peles secas ou mistas. Tonalidade certa Quando o strobing foi lançado ele era feito apenas com o iluminador perolado. Conforme a tendência foi se firmando e conquistando mais adeptas, os produtos foram ganhando novos pigmentos para oferecer um acabamento mais natural a todo tipo de pele. Os iluminadores dourados ou bronzer são a melhor opção para peles morenas. Os iluminadores com pigmento rosado se adaptam bem nas peles negras. Os iluminadores em tom champanhe, pêssego e perolado dão um efeito glow lindo às peles claras.   Anotou as dicas? Então agora siga o vídeo tutorial com a expert Francine Dahmer, do Instituto Embelleze.
> Leia mais
Copyright © 2022 · Todos Direitos Reservados