Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Make

Mais fino ou encorpado: descubra qual o seu tipo de contorno labial

Confira três modelos para aumentar os lábios e arrasar nas maquiagens

O contorno labial é uma técnica clássica para realçar a beleza dos lábios na maquiagem, mas você sabia que existem vários tipos de contorno? Separamos três modelos diferentes para que você coloque em prática e descubra qual é o seu estilo!

Contorno labial marcado:

mulher branca não identificada passando lápis labial de cor rosa

Se você é cringe, com certeza já usou ou conhece bem esse tipo de contorno labial. Essa técnica cria um contraste entre o batom ou o gloss aplicado e o delineado dos lábios, que geralmente é feito com um lápis ou delineador labial mais escuro. Essa técnica aumenta e dá mais destaque para os lábios, trazendo um aspecto sensual e sofisticado.

Contorno labial esfumado:

mulher branca com batom rose e gloss transparente

Essa é uma grande tendência, que garante um visual mais moderninho. Para fazer, misture um batom com um lip tint e aplique suavemente no contorno da boca. Em seguida, use um pincel para esfumar o contorno. Essa técnica é perfeita para aumentar os lábios! 

Contorno labial preenchido:

Mulher branca com lábios volumosos e batom nude

Essa é a opção de contorno mais tradicional. Ela combina o contorno labial ao batom, trazendo um aspecto mais discreto ao produto. A nossa dica é fazer primeiro o contorno e depois preencher os lábios com o batom, aumentando as chances de um contorno perfeito.

Quer dominar esse assunto? Conheça o curso de Maquiagem Profissional do Instituto Embelleze e seja um expert em maquiagem! Agora, me conta: qual é o seu estilo favorito?

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

O SEGREDO PARA TER UNHAS LONGAS E PERFEITAS
Não é à toa que os salões lotam suas agendas com horários reservados para pessoas que querem ver suas unhas, bonitas, saudáveis e limpas. Exatamente! Porque isso também é sinal de higiene, mas, é claro, que a maioria aproveita para decorá-las com cores, formas, os mais diferentes acessórios e ainda saciar o desejo de ter unhas mais longas e resistentes. Para muita gente, o tamanho importa sim! Por isso, hoje você vai aprender como produzir aquelas unhas compridas que são o sonho de consumo de muitas mulheres. Existem vários tipos de técnicas de alongamento de unhas, no entanto, vamos falar das mais conhecidas. Unhas de acrigel Nessa técnica, o alongamento é feito com tips e, em seguida, é aplicada a mistura de camadas de gel com pó acrílico. Para finalizar, o acabamento é feito em uma cabine com luz ultravioleta (UV) para a secagem das unhas. Muito utilizada em países europeus, a técnica oferece mais resistência e durabilidade às unhas, além deixá-las com uma aparência saudável, natural e transparente. Outra vantagem é que ela encobre bem as imperfeições, dando um aspecto incrível após a pintura e decoração da unha. Se bem cuidadas, elas podem durar de 2 a 3 meses. Lembrando que é importante a manutenção a cada 15 dias. Unhas de porcelana ou de acrílico Apesar do nome, o material utilizado não é a porcelana, mas, sim, pó e líquido acrílico. Embora, nesse caso, utiliza-se mais pó do que líquido, deixando a unha ainda mais resistente (podem durar meses ou até anos, com manutenção a cada 20 dias). Ela recebe esse nome porque, no final, as unhas apresentam um brilho que lembra uma porcelana. Essa técnica pode ser feita com tips ou pela colagem total da unha. A ideia é que as unhas se encaixem perfeitamente aos dedos e ganhem um aspecto natural e bonito. Além dessas, existem outras técnicas que podem ser usadas no alongamento das unhas, como unhas de gel e de fibra de vidro. Para todas as técnicas, é importante fazer a higienização das unhas, cortá-las e lixá-las cuidadosamente, evitando o acúmulo de fungos e bactérias. A remoção da oleosidade também é importante para a fixação do material, facilitando a aderência às novas unhas. Depois, é só surpreender sua cliente com uma perfeita escolha de cores e decorações para as lindas unhas. Você pode aprender mais sobre o embelezamento das unhas no curso de Manicure e Pedicure Profissional do Instituto Embelleze. Com essa especialização, você poderá atuar em um dos diversos salões que existem em sua cidade, atender a domicílio ou levar técnicas modernas para o seu próprio salão de beleza. Tudo com o auxílio dos melhores profissionais que existem no mercado. Saiba mais sobre o curso entrando em contato pelo site ou visitando a escola mais próxima de você. Veja também o segredo para ter unhas bonitas e fortes! 
> Leia mais
Como reduzir a queda de cabelo? Confira 5 dicas para te ajudar com esse problema.
Quem nunca se assustou com a quantidade de cabelo que foi caindo durante o banho ou na hora de pentear o cabelo? É normal que caiam alguns fios durante o dia, mas quando você começa a perceber tufos anormais, é bom ficar alerta! Alguns fatores podem desencadear uma queda de cabelo anormal. Alterações hormonais, estresse, doenças, procedimentos químicos e até o uso de alguns medicamentos são alguns exemplos. Mas o que fazer para evitar? Preparamos uma matéria com dicas para você fazer na sua própria casa. 1. Beba bastante água e cuide da sua alimentação Muitas vezes o que deixa o cabelo fraco, é a falta de nutrientes, por isso, não deixe de optar por um prato colorido e diversificado. E quais são os nutrientes que influenciam na saúde do cabelo? Ferro, aminoácidos, zinco, ácido fólico, cistina, vitamina B7 e B5, vitamina E, silício, vitamina D, dentre outros. Invista em uma dieta rica em proteínas, feijão, lentilha, cereais e leite para encontrar esses nutrientes. 2. Dê um descanso para o cabelo Se você costuma usar muito a chapinha ou o secador, é bom dar um tempo de descanso para o cabelo. Ferramentas de calor podem danificar o fio e causar a queda. Isso acontece, pelas altas temperaturas, que promovem o desgaste da fibra capilar, deixando os fios secos e fragilizados. 3. Usar linhas específicas para queda de cabelo e fortalecimento dos fios Passar muitos dias sem lavar o cabelo não faz bem para o couro cabeludo, por conta do acúmulo de sujeira. Na hora de lavar seu cabelo, dê preferência aos shampoos e condicionadores que tratam o fio e que sejam específicos para o seu problema, pois com componentes corretos, o seu cabelo vai ser tratado da melhor forma. 4. Evite lavar o cabelo com água muito quente A temperatura elevada da água pode ressecar o couro cabeludo, gerando descamação, coceira e vermelhidão. Com a pele machucada e a área sensível, o cabelo vai enfraquecer, ocasionando a queda. 5. Não prender o cabelo todos os dias ou fazer penteados muito apertados Dependendo do que você utilizar para prender o cabelo e da força desempenhada na ação, ele pode quebrar o fio. Outro motivo comum para a quebra é a falta de elasticidade das fibras, em que o fio acaba se rompendo. O mesmo vale para as pessoas que colocam tranças, mega hair, ou passam longos períodos com o cabelo preso. É importante frisar que você deve procurar um cabeleireiro especializado em tratamentos capilares assim que for notada a queda excessiva, pois apenas um profissional pode indicar um tratamento eficaz! Se a queda de cabelo continuar, procure um médico.  
> Leia mais
Copyright © 2022 · Todos Direitos Reservados