Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Make

A maquiagem artística e a caracterização como uma forma de arte

Conheça mais sobre a maquiagem artística e como ela pode ser um campo riquíssimo de expressão de criatividade, bem como uma forma de aquisição de novos clientes

O universo da maquiagem é bastante amplo, mas pode-se dizer que as duas principais vertentes são a maquiagem social e a artística. Embora a primeira seja muitas vezes considerada a mais relevante, já que está mais presente no dia a dia, não podemos ignorar o crescimento que a caracterização teve nos últimos anos. 


E por que é tão importante conhecer esta área? 


É uma verdadeira arte 


A maquiagem convencional é muito valorosa: ela revela um potencial da beleza de uma pessoa. Além disso, uma maquiagem é capaz de proporcionar aumento de autoestima, ou mesmo fazer uma pessoa descobrir em si novos aspectos da sua personalidade. Incrível, não? 
De certa forma, o mesmo acontece com a maquiagem artística. Com ela, podemos explorar novos personagens e o céu é o limite. Entretanto, além do talento e dedicação, é fundamental buscar conhecimento através do estudo, afinal um talento não direcionado é um talento desperdiçado. Isso é um benefício tanto para o cliente quanto ao maquiador, que pode ver nisso uma válvula de escape; ou uma tela branca para deixar sua criatividade fluir. 

É um campo em ascensão 


Uma vez que você tem as ferramentas para compor maquiagens de qualidade, sejam sociais ou artísticas, é importante continuar investindo. Afinal, as pessoas estão sempre em busca da melhor qualidade, e de habilidades muito específicas. Seja para uma fantasia, uma transformação, especialmente em trabalhos audiovisuais, é essencial que você esteja preparado, e seja o profissional requisitado. 

Visibilidade em jogo 


As redes sociais tiraram a maquiagem artística do sazonal. Hoje, é frequente vermos vídeos de talentosos artistas aplicando maquiagens ousadas, transformando-se em celebridades, ou perfis populares de drag queens. Todos se aproveitam da criatividade e exuberância da maquiagem artística para assumir seus papeis, e com um nível crescente de qualidade. 


É importante ter isso em mente, para também não levar apenas em consideração a sazonalidade tipicamente associada à essa arte. O Carnaval e Halloween são épocas muito rentáveis aos artistas que realizam caracterizações, e devem sim ser levados em conta, mas não devem se limitar por tais datas. Existe um grande mercado de produções artísticas, de cinema, convenções e feiras temáticas, entre outros, que é perene e carente de profissionais especializados em maquiagem artística e de caracterização. 

Interessado em entrar de cabeça nesse universo? Venha em uma das nossas unidades e converse um pouco sobre o nosso curso de Maquiagem Profissional Avançada – Caracterização!

Tags

maquiagem; make; artística; make artística; drag queen; caracterização

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

9 CUIDADOS PARA CABELO CACHEADO
Muita gente prefere se desfazer dos cachos por achar que são difíceis de cuidar ou por acreditar que os cabelos lisos são muito mais práticos. Verdade ou não, o fato é que é possível alcançar resultados maravilhosos com um cabelo cacheado. Mas, claro, que cada mulher pode ser o que quiser. Se sua cliente acha que o rosto dela fica melhor com um cabelo liso, vá em frente! Recomende tratamentos seguros e eficazes para garantir um liso perfeito, mas sempre pensando em formas de deixar os cabelos mais resistentes e hidratados. Agora, se sua cliente é fã de cachos, veja como ajudá-la a assumi-los sem drama! Como cuidar do cabelo cacheado em 9 passos Os cabelos cacheados costumam ter fios mais secos, por isso é muito importante fazer hidratação pelo menos 1 vez ao mês. Esse tipo de cabelo não deve ser penteado todos os dias, pois os fios podem ser mais frágeis e o volume irá aumentar. A lavagem diária não é recomendada por contribuir para o enfraquecimento dos fios e prejudicar o couro cabelo, que demora cerca de 24h para secar. Por isso, o ideal é dar um respiro entre as lavagens e deixar que oleosidade natural do cabelo, fonte de hidratação para os fios, se espalhe entre eles. A água muito quente também pode ser uma péssima aliada para a textura dos fios. Os cremes ou óleos para facilitar na hora de pentear precisam ser escolhidos com cuidado, avaliando o produto recomendado para cada tipo de cabelo e evitando o uso em excesso para garantir o movimento natural. Pentear os cabelos secos, nem pensar! O ideal é penteá-los apenas quando estiverem úmidos, evitando a quebra. Quando embaraçados, comece penteando os fios das pontas até a raiz. As pontas dos cabelos cacheados precisam ser aparadas periodicamente para evitar o ressecamento. Evite escovas! Os pentes de dentes largos fazem um trabalho muito melhor sem danificar os fios. Quando necessário secar os cabelos, utilize um difusor em temperatura morna e velocidade média. Assim, você obtém o tempo necessário para modelar os fios e reduzir o efeito frizz, distribuindo o calor de forma uniforme. Saiba muito mais no curso de Especialista em Cachos, do Instituto Embelleze, ou visite uma unidade mais próxima!
> Leia mais
12 coisas para não fazer na DEPILAÇÃO NO VERÃO
Basta a temperatura aumentar para o corpo ficar mais à mostra – o que exige pele lisinha, sem pelos. O lado bom é que cresce também a procura por profissionais de depilação. O lado preocupante é que o procedimento inadequado e/ou a falta de cuidados do cliente podem comprometer o visual. É que no verão, justamente por causa da exposição solar, a pele fica mais sensível. Os raios ultravioletas tendem a provocar ressecamento e inflamação dos tecidos, tornando a cútis um ambiente desfavorável para uma nova agressão. A depilação feita com a cera imprópria e na hora errada pode se transformar nesse vilão, sabia? Confira quais são as atitudes que você, profissional, precisa tomar e as dicas que deve recomendar para os clientes. A melhor cera depilatória Prefira trabalhar com a cera para pele sensível, à base de aloe vera, que é mais hidratante. Cuidado com a cera muito quente: além de queimar a pele, ainda provoca uma hiperpigmentação no local, o que resulta numa área escura. E tudo o que você não quer é uma mancha, certo? O uso de cera caseira feita com limão é proibido, pois se a pele não for higienizada corretamente depois da depilação e o cliente se expuser ao sol em seguida, vai ficar com manchas escuras. Quando se depilar Bem, você já sabe que o sol sensibiliza a pele, assim como a depilação. “No ato da extração dos pelos, a cera retira as células mortas que estão nas camadas superficiais da pele, atuando como uma esfoliação e, para não irritar a cútis, o ideal é programar a depilação”, explica Marcela Figueira, coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze Jaboatão, no Ceará, e instrutora de depilação. Anote as boas práticas: O ideal é se depilar 24 horas antes ou 24 horas depois da exposição ao sol. “No caso de pegar sol antes, a cera pode causar machucados e queimaduras; se a exposição solar for depois da depilação, a cera pode provocar manchas”, diz Marcela. Não é aconselhável entrar na piscina depois da depilação, mesmo que ela seja coberta. “A água clorada pode desencadear uma reação alérgica, já que a pele estará mais sensível”, lembra a coordenadora pedagógica.   Foto: Shutterstock 12 coisas para não fazer na depilação no verão Antes do procedimento 1. Não se esqueça de hidratar a pele frequentemente. A hidratação aumenta a elasticidade dérmica facilitando a remoção dos pelos e a derme ressecada é mais suscetível a manchas. Só não use o produto no dia da depilação. 2. Não se depile se estiver se submetendo a algum tratamento com ácidos, pois eles fragilizam a cútis. 3. Não aplique, no dia da depilação, óleos ou cremes e loções formulados com álcool para não irritar a pele. 4. Não extraia os pelos de áreas machucadas ou irritadas. 5. Não depile se os pelos estiverem descoloridos. É que por causa da química do descolorante eles ficam mais frágeis e, por isso, há grandes chances de não serem removidos desde a raiz, encravando depois. Depois do procedimento 6. Não use bronzeador. “Ele pode ser perigoso, porque como a depilação faz uma esfoliação ela acaba removendo a pigmentação superficial da pele. Já reparou que a área fica mais clara quando depilada? Assim, ao passar o bronzeador, o produto pode ativar a melanina da área mais sensível, fazendo com que ela fique manchada”, alerta Marcela. 7. Não sufoque a pele! Deixe-a respirar, portanto, não aplique produtos à base de álcool para não sensibilizá-la. Dê algumas horas para investir em uma loção hidratante. 8. Não use óleos que tampam os poros e favorecem o encravamento do cabelo. 9. Não vista roupa apertada para não abafar a região e provocar irritação ou abafamento dos poros. 10. Não esqueça de aplicar protetor solar FPS 30 na cútis para evitar manchas. E use um produto que você já testou para não correr o risco de alergias. 11. Não caia em água quente depois da depilação — banho de chuveiro, piscina, ofurô —, porque irrita a pele. 12. Não deixe de higienizar bem a derme com um sabonete neutro e água fria para eliminar qualquer resíduo de cera. O pelo encravou? O pelo encrava quando ele tem dificuldade de atravessar todas as camadas da pele e, assim, sair pelo poro. O fio de cabelo acaba se curvando e ficando dentro da pele. Há pessoas com tendência a pelo encravado, pelo fio ser naturalmente curvo, ou porque a camada superficial da derme é mais grossa, o que dificulta a saída do pelo. A depilação realizada de forma errada, sem a técnica correta, também provoca o encravamento. Como evitar - Para diminuir a incidência do problema, ou até se livrar dele por completo, faça assim: Esfolie a pele regularmente, uma vez por semana ou a cada 15 dias, até três dias antes da depilação com cera. O afinamento da superfície da pele facilita a saída do pelo. Hidrate-se diariamente para manter a pele saudável e facilitar a extração do pelo. Evite usar roupas apertadas após a depilação para a pele respirar à vontade. Não aplique óleos ou cremes oleosos depois da depilação para não bloquear os poros. Como combater - Antes de ficar cutucando a pele para desobstruir os poros, o que acaba machucando e causando lesões, siga estes passos: Se o pelo encravou, a melhor maneira de retirá-lo é afinando a pele e liberando o poro. Com cuidado, raspe a área com lâmina de barbear. No caso de inchaço, dor e vermelhidão no local, o mais indicado é procurar orientação de um profissional, que tem os recursos mais adequados para o tratamento.   Foto: Shutterstock Alternativa à cera depilatória A coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze dá uma dica perfeita para quem deseja tirar os pelos de regiões pequenas, como o buço: “Aposte na depilação com linha. Esse método é perfeito para pele sensível, já que não utiliza química e nem oferece riscos de alergias ou queimaduras. Outra vantagem é que evita manchas”.  E atenção: um trabalho bem feito deve ser realizado com produtos registrados pela ANVISA e executado por um profissional da área capacitado, como são as pessoas que se formam no curso de depilação do Instituto Embelleze. Agora que você já sabe de todas essas dicas é só seguir e aproveitar o verão com uma pele mais saudável e bonita!
> Leia mais
Copyright © 2022 · Todos Direitos Reservados