Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Unhas

Shutterstock

MANTENHA AS UNHAS BONITAS A SEMANA TODA

7 segredos revelados para o esmalte não descascar, perder o brilho e criar bolinhas que destroem o look!

Fala sério: é frustrante pintar a unha e ver o esmalte lascado pouco tempo depois, não é mesmo?  Embora seja comum a esmaltação quase nunca durar o tempo desejado, a boa notícia é que há, sim, como manter as unhas bonitas a semana toda. Quem ensina o segredo é a expert Rosemeire Oliveira, consultora pedagógica do Instituto Embelleze.  


7 segredos para manter a unha perfeita a semana toda

1- Lixe corretamente

Lixar parece uma tarefa fácil, mas se não for feita da maneira correta pode comprometer a duração da pintura. O ideal é deixar a superfície da unha bem lisinha, pois se ficar um pouco lascada o esmalte não consegue se fixar de forma homogênea.

Dica: após lixar todas as unhas no formato desejado, passe-as em um tecido. Se alguma enroscar é sinal de que precisa de mais uma lixadinha antes de pintar.

2- Faça uso da base

A base é um item indispensável quando o assunto é esmaltação. Além de ajudar a proteger a unha da pigmentação dos esmaltes escuros, especialmente dos tons vermelhos, ela contribui para a fixação ao criar uma camada mais aderente e duradoura.

Dica: utilize uma base que proporcione tratamentos específicos, como fortalecimento, nivelamento e brilho. Importante também esperar a base secar antes de passar o esmalte para que o efeito seja mais eficiente. Quando se passa o esmalte sobre uma camada molhada, dificilmente ele ficará com boa aparência.

3- Verifique a validade do esmalte

Nada dura para sempre e com o esmalte não é diferente. Quando a textura começa a engrossar e o cheiro a ficar muito forte, é sinal de que está na hora de descartá-lo. O produto vencido além de fazer mal à saúde, prejudica a fixação e a durabilidade.

Dica: caso o esmalte endureça, mas ainda esteja dentro da validade, acrescente um pouco de base ou ultrabrilho no vidrinho, isso ajuda a amolecê-lo.

validade do esmalte

4 - Tenha paciência

A paciência é um ponto chave para que sua unha fique perfeita. É preciso passar o esmalte em camadas uniformes, espalhando o esmalte por toda a superfície da unha, sem esquecer os cantinhos. Para que as bordas fiquem perfeitas, passe a ponta de um palito no contorno das unhas enquanto o esmalte ainda estiver molhado, em movimentos precisos.

Dica: prefira sempre camadas finas, seja para a base, seja para o esmalte, assim a secagem é mais rápida.

esmaltação

5 - Passe extra brilho

Logo após finalizar a esmaltação utilize o extrabrilho. Ele ajuda a manter o esmalte por mais tempo e proporciona um acabamento incrível.

Dica: escolha os extra brilhos que possuam na fórmula componentes que ajudam na secagem e evitam o aparecimento de bolinhas indesejadas.

6- Ponha luvas

Como as tarefas do dia a dia não acabam depois das unhas estarem feitas, o ideal é sempre usar uma luva ao lavar a louça e a roupa, ao limpar móveis... O contato com produtos de limpeza pode descascar o esmalte, além de favorecer a quebra da unha.

Dica: a luva de borracha é a melhor opção, pois as que são feitas de látex costumam esbranquiçar as unhas.

7- Não coloque os dedos na boca

Além de ser anti-higiênico, lascas do esmalte podem sair quando a unha raspa no dente, o que acaba com o visual antes da hora.

Dica: existem alguns produtos para a unha com gosto e cheiro forte. É uma ótima maneira de controlar quem não resiste colocar o dedo na boca.

 

Veja também uma outra maneira de manter sua unha bonita por mais tempo!

Se você ainda não conhece o curso Manicure e Pedicure Profissional do Instituto Embelleze, pode saber mais pelo site ou visitando a unidade mais próxima de você.

Tags

unhas, esmalte, curso profissionalizante

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

Cabelo longo masculino: como usar
Está precisando renovar o corte? Que tal dar só uma bela repicada nas mechas e deixar os fios crescerem? A tendência masculina para outono-inverno aponta cabelo comprido para os homens! Nas semanas de moda internacionais, o destaque ficou para a cabeleira ao vento, compondo um visual bem despojado e despretensioso (veja algumas inspirações na galeria).   Diferentemente do que se viu nas ruas até agora — o longo preso por coque samurai ou trança — o cabelo masculino surge solto, com textura natural saudável. Isso quer dizer que os fios, mesmo estilizados com produtos, precisam parecer leves. Além disso, o longo da vez não é simplesmente crescido, ele tem corte para exibir o efeito da moda e pode ter franja. Siga as dicas para aderir ao look ou indicar para os seus clientes. Longo, bonito e saudável Antes de entrarmos no visual da moda em si, vamos falar de saúde. Afinal, o cabelo não cresce, ou não cresce bonito, se alguns cuidados não forem seguidos. “O uso constante de gel, pomadas e outros fixadores, influenciam diretamente na saúde dos fios e do couro cabeludo. Se não forem higienizados corretamente, podem acumular resíduos e provocar inflamação e descamação na pele e ressecamento e pontas duplas na fibra. Para o crescimento saudável é preciso fazer, a cada três meses, um detox capilar, que é uma limpeza profunda em toda a cabeça. Também é recomendado hidratações frequentes”, diz Diogo Rogério de Oliveira, orientador técnico pedagógico do Instituto Embelleze Grajaú e Cupecê (SP).  O ideal é se submeter a esses tratamentos com um profissional, no entanto, também dá para se virar em casa com xampu antirresíduos e cremes hidratantes. O corte comprido da moda O que se viu nas passarelas foi o cabelo crescido. Os modelos dos desfiles tinham fios longos que beiravam, no mínimo, o início ou o final da nuca, nada menor que isso. Como se fosse um cabelo que não é cortado há quatro meses. O especialista Diogo Rogério indica que uma boa pedida para fios de qualquer tipo (liso a encaracolado), que estão em processo de crescimento, é o corte de mecha móvel, em que se trabalha as pontas fazendo o uso de angulações. “Isso traz uma modelagem leve entre as camadas e movimento.” Já quando os fios estão grandes, o corte repicado em camadas desde o comprimento é ideal. Nessa técnica, se as camadas do topo da cabeça são cortadas mais curtas, o cabelo ganha volume; ao contrário, mais longas, evitam que os fios armem. O desfiado e com franjão também é uma opção e combina com todos os tipos de cabelo.   Sugestões de penteado Por mais que a tendência seja o cabelo com aspecto natural “nasci assim”, é com produtos de texturização que muitas vezes se consegue esse efeito. Porque daí o natural aparece sem frizz e com as camadas bem definidas. Seja qual for o cosmético escolhido (pomada, cera, gel...), use pouca quantidade para não ganhar uma aparência suja e nunca aplique na raiz. Confira como estilizar seus penteados... *Pomada ou cera – Coloque um pouquinho na palma da mão, friccione até sentir aquecer e espalhe superficialmente nos fios secos, começando a modelar da parte de trás da cabeça para a frente. Deslize as mãos puxando os fios para baixo e valorizando o corte. Geralmente a pomada e a cera têm acabamento matte. Mantêm as mechas modeladas, porém maleáveis. Esses produtos são perfeitos para deixar o cabelo despojado, como pede a moda. Dão volume aos lisos e ondulados e definição aos cacheados e crespos. *Ativador de cacho – Basta aplicar no cabelo úmido e massagear cacho por cacho, apertando-os com as mãos, das pontas em direção à raiz. O resultado são mechas definidas, sem frizz e brilhantes. *Gel – Bom para os lisos repicados, o gel passado na cabeleira molhada garante que ela seque exatamente da forma que foi penteada, sem eriçar. Sendo assim, depois de colocar o cosmético na palma da mão e espalhar em todo o comprimento, deslize os dedos da raiz em direção às pontas para um visual liso e com pontas definidas. Se quiser ondular, passe um pente de dentes largos ou dê uma leve bagunçada jogando a cabeça para trás e para os lados. *Mousse – Recomendada para homens de cabelo fino e com pouco volume que querem ganhar o visual bagunçado. No cabelo úmido, distribua a mousse uniformemente em todo o comprimento, depois modele as mechas com a ajuda do secador.
> Leia mais
Como reduzir a queda de cabelo? Confira 5 dicas para te ajudar com esse problema.
Quem nunca se assustou com a quantidade de cabelo que foi caindo durante o banho ou na hora de pentear o cabelo? É normal que caiam alguns fios durante o dia, mas quando você começa a perceber tufos anormais, é bom ficar alerta! Alguns fatores podem desencadear uma queda de cabelo anormal. Alterações hormonais, estresse, doenças, procedimentos químicos e até o uso de alguns medicamentos são alguns exemplos. Mas o que fazer para evitar? Preparamos uma matéria com dicas para você fazer na sua própria casa. 1. Beba bastante água e cuide da sua alimentação Muitas vezes o que deixa o cabelo fraco, é a falta de nutrientes, por isso, não deixe de optar por um prato colorido e diversificado. E quais são os nutrientes que influenciam na saúde do cabelo? Ferro, aminoácidos, zinco, ácido fólico, cistina, vitamina B7 e B5, vitamina E, silício, vitamina D, dentre outros. Invista em uma dieta rica em proteínas, feijão, lentilha, cereais e leite para encontrar esses nutrientes. 2. Dê um descanso para o cabelo Se você costuma usar muito a chapinha ou o secador, é bom dar um tempo de descanso para o cabelo. Ferramentas de calor podem danificar o fio e causar a queda. Isso acontece, pelas altas temperaturas, que promovem o desgaste da fibra capilar, deixando os fios secos e fragilizados. 3. Usar linhas específicas para queda de cabelo e fortalecimento dos fios Passar muitos dias sem lavar o cabelo não faz bem para o couro cabeludo, por conta do acúmulo de sujeira. Na hora de lavar seu cabelo, dê preferência aos shampoos e condicionadores que tratam o fio e que sejam específicos para o seu problema, pois com componentes corretos, o seu cabelo vai ser tratado da melhor forma. 4. Evite lavar o cabelo com água muito quente A temperatura elevada da água pode ressecar o couro cabeludo, gerando descamação, coceira e vermelhidão. Com a pele machucada e a área sensível, o cabelo vai enfraquecer, ocasionando a queda. 5. Não prender o cabelo todos os dias ou fazer penteados muito apertados Dependendo do que você utilizar para prender o cabelo e da força desempenhada na ação, ele pode quebrar o fio. Outro motivo comum para a quebra é a falta de elasticidade das fibras, em que o fio acaba se rompendo. O mesmo vale para as pessoas que colocam tranças, mega hair, ou passam longos períodos com o cabelo preso. É importante frisar que você deve procurar um cabeleireiro especializado em tratamentos capilares assim que for notada a queda excessiva, pois apenas um profissional pode indicar um tratamento eficaz! Se a queda de cabelo continuar, procure um médico.  
> Leia mais
Copyright © 2022 · Todos Direitos Reservados