Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Cabelo

Conheça o Wolf Cut, corte que é tendência do outono
A moda é cíclica e todo mundo sabe disso. As tendências vão e voltam, renovadas, para que novas gerações deem seu toque a elas. No último ano, o corte de cabelo “shag” fez o seu retorno – mas com um sabor moderno. É o chamado wolf cut (traduzido literalmente para “cabelo de lobo”) e tem sido usado, principalmente, por celebridades como Miley Cyrus, Billie Eilish e Keke Palmer.  Embora as tendências de corte de cabelo “shag” sejam populares desde o início do verão americano, os cabeleireiros de celebridades dizem que o wolf cut é o corte que vai bombar neste outono. E estamos no outono brasileiro, então, é hora de renovar o visual!  Afinal, o que torna o corte “cabelo de lobo” tão especial? Além da nostalgia que muitos adoram, ele é semelhante a um mullet (o estilo bem rockeiro dos anos 90, com uma cauda alongada atrás e a parte da frente mais comportada), que também vêm ganhando popularidade entre os adolescentes e aos que acompanham as trends do TikTok. O wolf cut é um corte de cabelo mais ousado, e feito em camadas. É quase como um nível seguinte do mullet.  O que é o Wolf Cut?  “Este corte cabelo de lobo é uma mistura entre uma ‘shag’ vintage e um leve mullet", disse a cabeleireira de celebridades Sarah Potempa à revista InStyle. “Essencialmente, é como pegar dois períodos diferentes (o “shag”, dos anos 70, e o mullet, dos anos 80) e esmagá-los em um visual moderno”.  Uma das partes mais distintas deste é seu volume e camadas - muitas camadas. A falta de mistura nas camadas pode causar um estranhamento, mas é a chave para alcançar um wolf cut com sucesso. Os resultados oferecem uma vibração nervosa, quase desfeita, bagunçada e roqueira.    Como se estiliza um corte cabelo de lobo?  Existem muitas maneiras de estilizar um corte cabelo de lobo, dependendo da textura do seu cabelo. Por exemplo, para quem tem cabelos cacheados ou ondulados naturalmente, esse corte é perfeito para enfatizar a textura do cabelo. Tudo que você precisa é de um condicionador leave-in e deixar secar ao ar para obter um visual divertido e despenteado. Mesmo às que tem cabelos mais lisos, você também pode se dar uma grande explosão de volume com este penteado. O diferencial desse estilo é exatamente que não há regras estabelecidas para estilizá-lo. A verdade é que o wolf cut se alimenta disso, ele é sobre se divertir e experimentar novas ideias.  Incrível, não? Com as habilidades dos nossos cursos sobre Cabelos, você consegue oferecer esse estilo às suas clientes antes da trend passar!  Fonte: Oprah Daily 
> Leia mais
Como cuidar dos dreads? Descubra os diferentes estágios dos locs
Os dreadlocs (ou somente locs) normalmente crescem em cinco estágios. Estar atento a cada um deles é essencial para melhor cuidar dos seus fios e permitir que eles cresçam e você os ajuste conforme a necessidade adequada e o estilo que você deseja. O primeiro estágio  Nesta fase, o cabelo será iniciado ao processo, e para tal, é preciso deixá-lo em bobinas, torções com fios duplos ou box braids. Fique atento, pois o estágio inicial geralmente dura de três a seis meses.  O segundo estágio dos locs  Chamado de “brotamento” (budding), é nessa fase que o cabelo começa a travar e ficar emaranhado. Vá se preparando para frustrações, pois seu cabelo pode ficar um pouco bagunçado à medida que cresce. Mas isso não quer dizer que você deva se preocupar, pois tudo faz parte do processo. Apenas certifique-se de lavar e torcer com frequência.  O terceiro estágio  Durante esta fase – conhecido como estágio adolescente – seu cabelo deve se desfazer muito menos quando manipulado. Em alguns casos, ele pode não estar crescendo na direção que você pretendia, mas essa parte do processo dura apenas alguns meses, antes que seu cabelo atinja o estágio maduro.   O quarto estágio  Este quarto estágio é basicamente quando seus locs são longos o suficiente para serem pendurados e você tem uma ideia mais clara de como limpá-los e mantê-los. É uma fase de manutenção.  O último estágio dos locs  Por fim, os dreads enraizados são como a “meia-idade” dos locs. Você chega a esse estágio depois de ter seus dreads por vários anos e se sentir confortável em arrumá-los da maneira que achar necessário.  Como cabeleireiro e especialista em tranças e dreads, é muito importante saber todas essas diferenciações a fim de oferecer ao seu cliente o tratamento e orientações necessárias, a depender do estágio em que ele esteja.   Vem conhecer mais deste campo no nosso novo curso Tranças & Dread! As inscrições estão abertas!   Fonte: Men’s Hairstyle Trends | PopSugar 
> Leia mais
Conheça os estilos de tranças mais usados do momento
Pode ser que você tenha reparado só agora, mas as tranças estão em moda há muito tempo. Afinal, sua origem é milenar – há mais de 5 mil anos, na Namíbia – mas estão, hoje, mais presentes do que nunca, tanto como um símbolo de resistência e luta dos povos negros, como também pela sua beleza e versatilidade. Essas tranças de um rico contexto histórico são feitas a partir de técnicas passadas ao longo dos anos, de geração em geração. Hoje chamamos aqueles que detém essa habilidade de trancistas. A extensão dos fios pode tornar este um processo um demorado e isso se atribui também um cunho social ao ato de fazer as tranças, já que o tempo permite que profissional converse e se aproxime ainda mais do seu cliente. A alta do penteado também representou uma oportunidade aos muitos profissionais da periferia que realizavam tranças. A exposição trazida pela internet também teve um papel fundamental: à medida em que celebridades como Iza, Taís Araújo e Gabi Amarantos usam as tranças, isso trouxe uma demanda e valorização maiores à prática. Por isso, aos que aspiram realizar o penteado, aprender corretamente e com qualidade é essencial para fazer estilos lindos e, claro, manter suas clientes. De acordo com trancistas profissionais, existem três tipos de trança diferentes: as tranças nagôs, tranças soltas (box braids) e dreads. Vamos conhecê-los? Tranças As tranças afro são as mais tradicionais, e são das mais utilizadas hoje em dia. A box braids, por exemplo, é um tipo de trança afro. Embora possa ser feita com a adição de uma fibra sintética jumbo, é um estilo de penteado protetor no qual o entrançamento é feito nos fios naturais. A trança nagô é feita diretamente no couro cabeludo, e pode ser feita de forma sinuosa, abrindo brecha para a criatividade na disposição do penteado. A trança fulani é bem semelhante a outras tranças. Por exemplo, a trança nagô, que é feita rente à raiz e traz um estilo bem moderno e diferente às tranças. Ela também pode ser usada estilizando as box braids. Já a trança sem nó é um pouco mais prática e traz mais naturalidade ao visual, no sentido de que garante ao cabelo mais movimento e leveza, pelas tranças serem mais finas. Twists São feitas apenas com duas mechas, no lugar de três, como as tranças. Isso dá aos twists uma aparência mais parecida com a de cachos. Locs Os locs (ou dreads) também são bem conhecidos. Você sabia que eles são um tipo de trança? Eles possuem uma aparência mais cilíndrica e podem ser feitos naturalmente, com fibra ou com lã de forma removível. Quer participar desse movimento e aprender em primeira mão diferentes técnicas para realizar penteados lindos e empoderados? Então vem conhecer o nosso novo curso de Tranças e Dreads! Fontes: Harper's Bazaar Marcia Travessoni
> Leia mais
Novidade na área: curso de Tranças e Dread!
Pensado para o profissional que busca mais uma especialização, o curso de Tranças e Dread é perfeito para quem deseja sair da zona de conforto e trazer grandes novidades para o seu negócio. Separamos abaixo algumas informações, para que você faça já a sua matrícula e dê um novo passo em sua carreira!   Qualquer um pode fazer?   Para participar do curso de Tranças e Dread, é necessário ter a idade mínima de 15 anos e, nos casos dos menores de idade, ter a autorização dos pais ou responsáveis. Também é necessário possuir até o 5° ano do ensino fundamental completo.   O curso é destinado para profissionais que buscam uma especialização e possuem o conhecimento básico na área de cabeleireiro – é importante ressaltar que não possui o módulo “faça em você mesmo”.   Quais são os métodos de ensino?   Oferecemos cursos com as metodologias mais avançadas do mercado, para que todos os alunos possam compreender da melhor forma possível. Por isso, o curso de Tranças e Dread mistura a teoria e a prática, para que o aluno – mesmo durante o curso – já tenha a vivência do mercado de trabalho.   Além disso, os alunos também terão acesso a bonecos de treino, videoaulas, conteúdos exclusivos e muito mais!   Para te inspirar, separamos alguns modelos incríveis de Tranças e Dread, que você poderá aprender com maestria na unidade mais próxima de você. Acesse o nosso site e faça já a sua matrícula!    
> Leia mais
Anterior
Próximo
1 / 11
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2022 · Todos Direitos Reservados