Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza

Tag: fibra capilar

Como manter os cabelos coloridos
Manter os cabelos coloridos saudáveis nem sempre é uma tarefa fácil, não é mesmo?! E nós sabemos que cabelo bonito é sinônimo de cabelo saudável! E, mesmo quem tem os fios com a cor natural, já sabe: manter eles com a cor viva, aspecto saudável e brilho é uma tarefa que precisa ser colocada como compromisso na agenda. Então, anote todas essas dicas para ensinar às suas clientes a como aproveitar a cor. O shampoo faz MUITA diferença É preciso escolher com cuidado os produtos para lavar os cabelos coloridos. O ideal são shampoos próprios para cabelos tingidos, que vão conter ativos que protegem a cor enquanto é feita a limpeza dos fios. Shampoos muito agressivos podem retirar a pigmentação e o brilho na hora da lavagem, resultando em fios opacos e sem vida. Hidrate, hidrate e depois hidrate mais um pouco A hidratação é fundamental, pelo menos uma vez por semana. Se for com produtos específicos para cabelos coloridos, melhor ainda. Os produtos voltados para a manutenção da cor dos fios são grandes aliados por possuírem ativos que funcionam bem na proteção da cor. Uma dica valiosa é fazer o cronograma capilar. Reconstrução também é de lei! O ideal é investir em produtos que tenham queratina, para devolver ao fio o que foi perdido no processo de coloração e/ou descoloração. Ela é a proteína principal que forma o fio, responsável pela força, elasticidade e resistência. Então, sempre que houver algum processo que danifique de alguma forma a fibra capilar é muito importante fazer essa reposição. Cuidado com o calor excessivo... O calor em contato direto com o cabelo danifica ainda mais a fibra, além de fazer com que a cor desbote mais rápido. Antes de usar chapinha, secador ou babyliss, lembre-se de passar produtos que contenham proteção térmica em todo cabelo. Um leave-in protetor, nessa etapa, é fundamental. Fuja da água quente Já deu para perceber que as altas temperaturas não ajudam muito, né? Seja do sol, da chapinha e, também, da água. O banho quente, nesses casos, além de ressecar os fios faz com que a cor desbote mais rapidamente. Gostaram das dicas? Agora é aproveitar e colocar todas em prática durante o seu atendimento! E lembre-se para se aperfeiçoar ainda mais, faça sua matrícula em nosso curso de Cabeleireiro Profissional agora mesmo! 
> Leia mais
Loiro platinado: como alcançar a cor em cada tipo de cabelo
Alcançar o tão desejado loiro platinado é um processo que muda de cabelo para cabelo. Dependendo do tipo de fio – liso, ondulado, cacheado ou crespo – é necessário ajustar a rotina de cuidados para passar sem grandes problemas pela descoloração. Afinal, a química, somada à tinta loiro platinado pode impactar na saúde das madeixas. Quer saber como fazer a descoloração perfeita em suas clientes? Então vem com a gente. CABELOS LISOS: PROGRESSIVAS E OUTRAS QUÍMICAS PODEM INTERFERIR NO RESULTADO DO LOIRO PLATINADO Para evitar o efeito desalinhado ou a quebra dos fios depois de clarear, é importante hidratar bem o cabelo liso. Atenção: se sua cliente já faz alisamentos, fique sabendo que a química pode interferir no clareamento dos fios ou até mesmo impactar na cor final. Juntos, os dois processos também podem ser danosos para a fibra capilar. Por isso, é importante espaçar as datas dos procedimentos antes de platinar. O indicado, se esse for o caso de alguma cliente, é esperar pelo menos duas semanas entre um procedimento e outro, seja para a primeira aplicação ou o retoque. Além disso, no intervalo, é de extrema importância investir em cuidados como a reconstrução capilar, uma técnica que repara os cabelos com químicas para que eles aguentem os diferentes tratamentos e outros aditivos químicos. CABELOS CACHEADOS PRECISAM DE CUIDADOS EXTRA ANTES DA DESCOLORAÇÃO Os cabelos ondulados e cacheados costumam ser mais secos do que os lisos, então é preciso redobrar os cuidados com os fios antes de deixá-los claríssimos. Certifique-se de que as madeixas estão bem hidratadas e macias para passar pela descoloração global e alcançar os cabelos loiros platinados. Dessa forma, é possível reduzir os riscos de quebra e outros danos à fibra capilar ao realizar a transformação. CABELO CRESPO: VAI PLATINAR? CAPRICHE NAS HIDRATAÇÕES! Por ter os cachos mais fechados, os cabelos crespos costumar ser mais frágeis e sofrem ainda mais com o ressecamento. É preciso caprichar na preparação para platinar os fios! Antes de encarar a descoloração, é uma boa ideia investir em tratamentos de hidratação e reconstrução para preservar a saúde do fio. Depois do processo, esses passos devem ser incluídos na rotina de cuidados para manter o cabelo loiro platinado, saudável, forte e brilhoso. O TESTE DE MECHA É NECESSÁRIO ANTES DE QUALQUER CABELO FICAR LOIRO PLATINADO Seja liso, ondulado, cacheado ou crespo, natural ou alisado, mesmo tomando alguns cuidados antes de fazer a mudança de cor, pode ser que o cabelo não esteja preparado para o processo. Essa condição só vai ser descoberta com o teste de mecha, por isso, é importante aplicar em uma mecha para verificar. Se os fios permanecerem fortes e saudáveis depois do tempo de ação, o processo pode ser continuado. COR DA BASE TAMBÉM INFLUENCIA NO RESULTADO DA TINTA LOIRO PLATINADO Além de considerar a textura, é importante ficar atenta a cor atual dos fios na hora de descolorir o cabelo. O tempo de ação do descolorante varia para tons de loiro, ruivo, castanho e preto. Isso também influenciará o número de sessões de clareamento que serão necessárias para chegar ao platinado. Depois disso, ainda pode ser necessário remover ou neutralizar alguns pigmentos para conseguir o efeito desejado. Isso pode ser feito com tonalizante ou com a coloração permanente. Ou seja: quanto mais escuro o cabelo for, de mais cuidados prévios ele vai precisar. Quer se tornar um especialista em colorações? Matricule-se em nosso curso de Cabeleireiro Profissional e aprenda as mais variadas técnicas utilizadas pelos grandes profissionais.  
> Leia mais
Umectação: saiba tudo sobre o assunto.
  A umectação é uma técnica que com óleos vegetais que nutre, hidrata e fortalece os fios danificados. Se você ainda não conhece esse tratamento, é a hora de ficar por dentro dos benefícios e aprender tudo sobre o método que vêm fazendo muito sucesso entre às mulheres. Então vem com a gente, pois com essas dicas os fios de suas clientes serão outros!   O que é a umectação capilar? A umectação nada mais é do que um tratamento realizado à base de óleo vegetal, ou seja, tem como objetivo nutrir os fios e, acima de tudo, repor a oleosidade necessária para recuperar os cabelos danificados por diversos fatores, entre eles, as químicas. Para que serve a umectação? O tratamento serve como um complemento à oleosidade natural dos fios. Então, pode ser feito somente com óleos – sem acréscimo de cremes. Deste modo, o ressecamento é combatido de maneira eficaz e, assim, diminui até o aparecimento de frizz. Além disso, a umectação deixa o cabelo menos propenso à quebra. Benefícios de umectar os cabelos: Redução da quebra; Diminuição do frizz; Eliminação da formação de nós; Redução do atrito entre os fios; Combate ao ressecamento e a porosidade; Fortalecimento da fibra capilar; Toque mais suave; Cabelos mais brilhantes.   Os melhores óleos vegetais para a umectação: Para fazer uma boa umectação, é importante contar com óleos 100% vegetais. Se você ainda não sabe qual usar, veja alguns tipos de óleos e escolha o seu preferido. Óleo de rícino Um dos mais potentes e favoritos. Ele hidrata e recupera cabelos quebradiços, danificados e com queda. Sobretudo, é um excelente auxiliar no combate a caspa e a oleosidade. Contém vitamina E, ácidos graxos, ômega 6 e ômega 9. Óleo de coco Rico em vitamina K, vitamina E, ácidos graxos e ferro, a umectação com óleo de coco penetra profundamente na fibra capilar, desse modo protege os fios e retém sua umidade natural. Certamente, o resultado é um cabelo mais sedoso, brilhante e macio. Óleo de argan Contém vitaminas A e D, fundamentais na recuperação e nutrição dos fios. Sua ação antioxidante rejuvenesce e trata a fibra capilar, pois é um óleo extremamente nutritivo. Óleo de girassol Para quem deseja diminuir o frizz, combater as pontas duplas, dar brilho e maciez para o cabelo, esse óleo é a escolha certa. Além disso, ainda ajuda a proteger os fios de ações externas, como as causadas pelo cloro e sol, por exemplo. Óleo de oliva A umectação com azeite contém alta concentração de nutrientes e possui antioxidantes, portanto, combate o envelhecimento precoce das células capilares.   Fique por dentro de todas as tendências em hidratação se matriculando em nosso curso de Cabeleireiro Profissional.
> Leia mais
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2022 · Todos Direitos Reservados