Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Tendências

Megahair: como cuidar dos cabelos com aplique

Nove truques para manter os longos perfeitos

O Megahair é uma técnica que dá mais volume e comprimento aos cabelos, porém, para manter o visual bonito por mais tempo, é preciso tomar alguns cuidados durante as rotinas do dia a dia, como lavar e até o preparo para dormir.

Hoje iremos trazer dicas de como cuidar das madeixas alongadas, garantir que os fios permaneçam lindos, e saudáveis e com um caimento ainda mais natural. Dessa forma, você irá poder informar às suas clientes após cada procedimento.

1 – ESCOLHA EXTENSÕES DE QUALIDADE

As extensões de cabelo humano são as mais indicadas para quem busca um resultado natural. O ideal é mandar tecer uma extensão específica para cada tipo de cabelo, evitando que o caimento das mechas fique artificial.

2 – EVITE QUÍMICAS DEPOIS DE APLICÁ-LO

A química pode causar uma queda intensa, deixando o cabelo quebradiço e opaco. Por isso, é importante evitar durante o período que sua cliente está com as extensões.

3 – CUIDADOS NA HORA DE DORMIR 

A fronha de seda ou o gorro ajudam a proteger as madeixas do ressecamento e da quebra, portanto, é uma tática ótima na hora de dormir. Isso vale, inclusive, para quem tem os cabelos cacheados (ou crespos) e quer evitar o frizz, mantendo os cachos por muito mais tempo. Além disso, nunca durma com os fios molhados – assim, você evita que a cola do aplique amoleça.

4 – ATENÇÃO NO COURO CABELUDO AO LAVAR AS MADEIXAS

Por causa das junções do Megahair permanente, lavar o couro cabeludo pode ser uma ação difícil, dependendo do tipo de cabelo. Para evitar o efeito oleoso nos fios, é importante dar preferência a shampoos e condicionadores que não tenham tantos hidratantes, como os específicos para cabelos oleosos. Produtos com álcool também devem ser evitados, porque comprometem as extensões.

5 – CUIDADO NA HORA DE PENTEAR OS FIOS

Para pentear sem causar queda por tração – puxar a junção do Megahair com força com pente ou escova – separe o cabelo em sessões e trabalhe cada mecha, uma por vez. Comece devagar, penteando de cima para baixo, com escovas e pentes de cerdas flexíveis e sem bolinhas nas pontas.

6 – CUIDADO NA HORA DE USAR CHAPINHA E SECADOR

O calor de pranchas e dos secadores pode comprometer a durabilidade das extensões. O ideal para que a temperatura alta dos aparelhos não derreta o ponto entre o cabelo natural e a mecha aplicada (feito de material delicado como resina e queratina) é manter uma distância mínima de três dedos entre a junção e a chapinha. No caso do secador, o aconselhável é deixar pelo menos 15 centímetros entre o jato e o cabelo.

7 – EVITAR PISCINA

Quem tem Megahair só pode curtir o calor em praias e cachoeiras. O motivo é o cloro, que além de afetar a durabilidade da extensão, muda sua tonalidade, principalmente dos cabelos mais claros, deixando as madeixas do Megahair mais claras do que seu tom natural.

8 – APOSTAR NA HIDRATAÇÃO

Para manter os cabelos saudáveis – principalmente os naturais, que são a base para o Megahair, é essencial tratar as madeixas com hidratação, como as feitas com óleo capilar. Para garantir o resultado ideal, a nutrição deve ser aplicada longe da cola do Megahair, evitando o dano na junção entre o cabelo natural e as madeixas aplicadas.

9 – DEIXE O FIO RESPIRAR

Normalmente, a cada dois ou três meses o Megahair é renovado. Quando isso acontecer, é preciso fazer uma pausa de pelo menos 24 horas entre o cabelo retirado e o novo. Caso contrário, o couro cabeludo pode ficar fraco e até prejudicar o crescimento natural dos fios. Aproveite essa pausa também para hidratar e fortalecer as madeixas.

Confira também, nosso post sobre todos os tipos de extensões para você se manter atualizada.

Agora que você sabe mais sobre os cuidados com as extensões, que tal virar uma especialista em alongamento dos fios? Faça sua matrícula em nosso curso de Alongamento de Cabelos e aprenda todas as regras fundamentais para atuar no pré e pós colocação dos apliques.

Tags

megahair, alongamento, extensões, cuidados, apliques, fios, nutrição, hidratação, madeixas, couro cabeludo, alongamento de fios, natural, química, dicas.

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

Depilação na gravidez: descubra todos os cuidados necessários e os métodos mais indicados
Depilação na gravidez é permitida? Há muita informação errada sobre o tema por aí, por isso é importante buscar se informar para entender realmente o que é permitido ou não. A seguir, selecionamos tudo que você precisa saber sobre a depilação na gravidez para repassar às suas clientes que serão futuras mamães. Você vai descobrir quais são os cuidados necessários para realizar o procedimento durante a gestação. Assim como, conhecer os métodos mais indicados nesse período. Vamos lá? Cuidados com a depilação na gravidez É um mito dizer que as mulheres não podem passar por procedimentos de depilação na gravidez. É possível realizá-los até o nono mês de gestação, porém, é muito importante que sejam tomados alguns cuidados para evitar lesões. Isso acontece, pois durante o período de gestação, a mulher está com a imunidade mais baixa, logo, aumenta o risco de contrair doenças. Assim como o de inflamar ou infeccionar a área depilada. Dito isso, é extremamente importante oferecer às gestantes um local 100% higienizado e seguro para o procedimento. Outro ponto a ser levado em consideração na gravidez é com relação a sensibilidade da mulher. Na medida em que o parto vai se aproximando, aumenta o estiramento da barriga, assim como a descarga hormonal, deixando a pele muito mais sensível. Métodos de depilação na gravidez: o que é permitido ou não Como dissemos acima, o cuidado durante a depilação na gravidez deve ser redobrado para evitar lesões. Além das infecções que podem ser causadas, há o risco de aparecer marcas permanentes na pele. Listamos os tipos de depilação mais comuns e quais são os cuidados que as gestantes devem ter: Depilação com lâmina Não há nenhuma contraindicação quanto ao uso de lâminas. Entretanto, deve-se aumentar o cuidado em seu manuseio para evitar lesões na pele. Depilação a laser O laser não pode ser utilizado durante a gestação, devido ao alto risco de causar manchas na pele da mulher. Não há nenhum tipo de estudo que comprove efetivamente que a depilação a laser pode causar algum dano à formação e desenvolvimento do feto. Entretanto, especialistas não recomendam nenhum tipo de procedimento que exponha a gestante a qualquer tipo de luz, radiação ou descarga elétrica. Depilação com cremes depilatórios O uso de cremes depilatórios não é recomendado durante a gravidez. Esses produtos possuem um poder irritativo muito alto e podem causar marcas permanentes na pele da gestante. Depilação com cera É permitido a depilação com cera na gravidez. Inclusive, esse é um dos métodos mais recomendados pelos especialistas, pois a temperatura da cera vai ajudar os poros a dilatarem, o que facilita a retirada dos pelos. Quando elaborada a partir de ingredientes naturais, a cera vai minimizar os riscos de irritação no local da depilação. Em nosso curso de Depilação Profissional você dominará todas as técnicas para oferecer as suas clientes um procedimento seguro e eficaz. Matricule-se!
> Leia mais
A paleta ideal para realçar cada cor de olho
Você sabia que existe tons específicos que realçam o olhar para cada cor de olho? Na hora de fazer a maquiagem, a criatividade é sempre bem-vinda, mas algumas cores podem ser usadas estrategicamente para atingir um maior destaque. A ideia, hoje, não é restringir, mas sim desvendar um novo mundo e cores que favorecem um olhar mais vivo. Cores frias contrastam com o fundo quente dos castanhos A íris é cheia de pontinhos coloridos e nos castanhos os de cor amarela predominam. Esse tipo de cor ganha um belo contrate com tons frios escuros. Alguns dos principais responsável por trazer esse destaque é o azul-marinho e o roxo, duas escolhas perfeitas para a noite. Para os olhos cor de mel, é possível abusar de tonalidades mais claras, como o amarelo e dourado. Porém, o ponto indicado para um olhar memorável é passar a sombra apenas na pálpebra móvel, antes do côncavo – assim a cor ficará escondidinha atrás dos cílios. Tons do amarelo ao laranja valorizam os olhos claros Para os olhos claros, é o ideal é abusar de cores que destaquem o olhar. Tons dourados e alaranjados são indicações perfeitas para os olhos azulados, deixando os tons beterraba e marrons avermelhados para os olhos verdes. Os tons de cinza também destacam essa cor de olho. Invista em variações de chumbo e prata. Iluminadores, batons e blush também podem ajudar a destacar a cor dos olhos Os iluminadores também podem ser definidos de acordo com a cor dos olhos. Os tons de pérola e todos as matizes de bege claro ampliam a intensidade dos olhos castanhos, deixando os de fundo dourado para ressaltar os olhos verdes. Já os azuis e pretos são neutros. Todos os iluminadores ficam bem com os azuis e pretos, vale inclusive ousar com a combinação de prata e dourado. Blush e batom também podem ser adequados para harmonizar melhor com cada cor de olho. O ideal é que a combinação seja tríaca e que, a partir da cor dos olhos, sejam escolhidos mais dois tons para outras áreas do rosto. Os batons em cores quentes como vermelho, laranja e coral evidenciam os olhos castanhos, mel e verdes, assim como o blush pêssego. Já o blush rosa e batons de fundo frio, como lilás e bordo proporcionam o realce ideal para tem olhos azuis. Gostou de combinar as cores? Então, em nosso curso de Maquiagem Profissional você aprenderá sobre as técnicas mais modernas para criar makes maravilhosas nas suas clientes. Matricule-se já!  
> Leia mais
Copyright © 2022 · Todos Direitos Reservados